15 de set de 2010

Nômades

Não escrevo cartas
Eu quero ver o mundo rodar
Não penso em me acomodar
Em lugares que nunca estive

Veja estas caixas vazias
Na sala de estar de um velho
Não consegue se livrar delas
É um vazio feito de concreto

Então pra que ficar parado
Em um lugar acumulando poeira
O melhor está la fora
Esperando alguem com coragem

11 de set de 2010

Pense...

Em um lugar tranquilo
Com um rosto amigável
Onde nada você temerá

2 de set de 2010

Não se esqueça (de pagar as contas)

Eu sou o cara que vê um futuro
Dourado como a luz do sol
Eu não acredito em meias palavras
Soltas como meias-mentiras

Acredite em quem quiser
Acredite na sua vontade
Mas não se esqueça
De pagar as contas

Saia do seu carro-bomba
Sente-se nesse bar
Beba muito comigo
E deixe as coisas por serem