15 de abr de 2010

Rockistas Anônimos

Não consigo imaginar um mundo sem rock.
Mas também não consigo ver um mundo só com rock. Imagina o tédio todo mundo conhecer as mesmas músicas que você, todos sempre escutando as mesmas coisas, etc etc.
A graça no mundo é a diversidade. É você ser um Rockista Anônimo e se ver num show de pagode em Araruama com muitas pessoas pra uma banda que eu nunca ouvi falar, eles tentando puxar um coro da platéia e ficarem no vácuo. Ao menos eles levaram na "esportiva", fazer o que?

Eu acho a ideia (sem acento, salvo as novas regras) de ter menos pessoas curtindo o velho rock algo estimulante, porque faz com que dá uma certa obrigação as pessoas que querem resgatar esse som (e eu espero que eu consiga fazer isso em um futuro próximo).

Ah, e isso me lembra que realmente, correu tudo bem com o Dino na banda, ele se entrosou muito bem e ainda pra melhorar tudo, a Moti foi pra no finalzinho cantar Ana Julia conosco.
Bom dia aquele, tirando a piada do Cavaleiro Verde e Vermelho do cavalo verde e vermelho.
(Ok, foi uma piada legal, créditos pro Dino).

Um comentário:

  1. Eu te disse que a banda ia ter nome
    era só vc não esquentar muito com isso :D
    sabe que eu sou fã de vcs né?
    Boa sorte pra banda

    ResponderExcluir